28/11/2013

A principal estratégia de controle para Helicoverpa é o controle de lagartas, novas opções de manejo são fundamentais - NOCTOVI é a única opção para manejo de adultos.

 

 

O Manejo Integrado de Pragas preconiza a ação de controle sobre diferentes estádios de desenvolvimento das pragas, reduzindo desta forma riscos de resistência e o impacto ao ambiente, favorecendo o controle efetivo. Atualmente as estratégias de manejo da Helicoverpa armigera tem focado principalmente o controle de lagartas. NOCTOVI é o primeiro produto desenvolvido estritamente para controle de adultos da Helicoverpa, seu efeito sobre a população é direto, trazendo maior segurança ao agricultor.

O controle da Helicoverpa armigera tornou-se um desafio para pesquisadores e produtores brasileiros. Esta nova praga tem posto a prova os antigos sistemas de controle, exigindo que o setor produtivo repense conceitos e adote alguns princípios básicos do manejo integrado e ecológico de pragas, como é o caso do monitoramento populacional dos insetos para orientar as estratégias de manejo a serem adotadas. A ferramenta mais eficiente para tais amostragens são os feromônios sexuais – ISCAlure Armigera, disponíveis para comercialização e reconhecidas pela EMBRAPA e MAPA como uma importante medida a ser adotada no plano de supressão do inseto.

Apesar da grande preocupação em disponibilizar ferramentas para controle da H. armigera nas grandes culturas, a maioria dos produtos são efetivos para controle de lagartas, como é o caso dos inseticidas do grupo diamidas. Esta estratégia de manejo, apesar de eficiente, apresenta uma importante lacuna a ser respondida: de que forma os adultos do inseto serão controlados? Esta questão é pertinente por serem os adultos a fonte das novas gerações da praga (ovos e lagartas), tornando seu controle uma necessidade premente nas estratégias de manejo a serem adotadas.

Os adultos (mariposas) de H. armigera apresentam baixa mobilidade durante o dia, preferindo as áreas sombreadas das plantas, próximo ao solo, para dai saírem durante a noite para fazerem posturas, acasalarem e se alimentarem.  Esta condição dificulta a ação dos inseticidas de contato e mesmo nos casos de sucesso das pulverizações a alta capacidade de resistência dos adultos dificulta a quebra do ciclo dos adultos dentro das áreas de cultivo.

Uma alternativa é a aplicação de fagoestimulantes misturados a um inseticida com ação por ingestão. Esta estratégia tem a capacidade de retirar o inseto dos nichos pouco acessíveis dentro da lavoura e disponibiliza uma forma de ação – ingestão – para a qual as populações apresentam baixos níveis de resistência, ampliando de forma significativa o rol de princípios ativos.

A opção mais utilizada para preparo de “iscas tóxicas” tem sido açúcar ou melaço, carboidratos que os adultos utilizam como alimento, porém a eficiência destes compostos como atrativos é bastante limitada. Esta limitação ocorre porque as fontes naturais de carboidratos na natureza são as flores. Os insetos - respeitando a uma dinâmica que há milhares de anos se perpetua - precisam responder a estímulos preliminares que aumentem a “fome” e a busca pelos açúcares, estes compostos são voláteis presentes nas flores de muitas espécies.

A ISCA Tecnologias tem identificado o arranjo de voláteis mais importantes para diferentes espécies de insetos-praga, e disponibiliza uma formulação atrativa irresistível aos adultos de H. armigera. O produto NOCTOVI é formulado com esses voláteis (cairomônios) misturados a açúcares, na formulação deve ser acrescentado um inseticida previamente escolhido, a mistura é aplicada em faixas nas lavouras controlando de forma efetiva os adultos de Helicoverpa armigera.

NOCTOVI controla o estádio mais importante da Helicoverpa, por impedir que novas gerações de lagartas e ovos sejam geradas dentro das lavouras.

Conheça esse novo conceito em manejo de lagartas, entre em contato com a ISCA Tecnologias, solicite o envio de uma amostra e veja como é possível manejar adultos de Helicoverpa de forma eficiente.

 


Rafael Borges
Gerente de P&D 
ISCA Tecnologias
rafael@isca.com.br