22/06/2017

Armadilha adesiva é mais eficiente contra psilídeos

 

Por: AGROLINK COM INF. DE ASSESSORIA 

 

Na avaliação do pesquisador Marcelo Miranda, do Fundecitrus, a armadilha adesiva se mostrou o mais eficiente método de monitoramento do psilídeo Diaphorina citri – inseto vetor das bactérias que causam o grenning (Huanglongbing/HLB), a principal doença que afeta a citricultura no Brasil. Em seus estudos, o especialista comparou o adesivo com a batida, o sugador motorizado, a rede entomológica (puçá) e o visual (observação de ramos com ou sem o auxílio de lentes de aumento).

De acordo com Miranda, em pomares com controle químico rigoroso (que recebem pulverizações frequentes), só a armadilha detectou a presença do psilídeo. O pesquisador explica que isso ocorre porque os demais métodos estimam a presença do inseto somente no momento da inspeção, o que não revelaria os psilídeos que morreram antes em contato com a planta tratada.

“Em áreas onde o HLB está presente e o controle químico do psilídeo é necessário, a armadilha adesiva amarela é o método mais confiável para detectar o inseto. E quanto mais intenso for o controle, maior será a eficiência da armadilha em relação aos outros métodos”, afirma o pesquisador do Fundo de Defesa da Citricultura.

Segundo ele, na comparação com o método visual, a armadilha capturou até 90 vezes mais psilídeos em áreas com controle quinzenal e 82 vezes mais psilídeos em áreas com controle mensal: “Nessas áreas, além de capturar maior quantidade de insetos, a armadilha também apresentou maior frequência de detecção, ou seja, no total de avaliações, a armadilha detectou a presença do psilídeo em 50% das ocasiões, enquanto a inspeção visual o fez em somente 5%”.

Um dos produtos de maior eficácia disponível no mercado é o Colortrap da ISCA Tecnologias. Trata-se de uma armadilha (em painel ou lona) amarela usada para monitoramento de diversos insetos, inclusive para monitorar psilideo na citricultura. Além do vetor de HLB, o Colortrap é recomendada para monitoramento de população de mosca branca, pulgão, cigarrinha, vaquinha e diversos outros insetos atraidos pela cor amarela.

Os insetos são atraídos pela cor amarela e ao pousarem ficam grudados na cola tato permanente. As capturas em grande quantidade ajudam no controle de populações destes insetos, diminuindo o número de indivíduos, além disso, a armadilha forma uma barreira para dificultar a entrada dos insetos quando instaladas nas laterais do cultivo.