12/05/2014

Identificação a Lasers de insetos por batida de asas

 

Usando detecção a laser de batimentos de asa de inseto, além de local e hora do dia, os pesquisadores da Universidade da California de Riverside e ISCA Tecnologias relatam precisão de 99% para a identificação de indivíduos de um grupo de seis espécies de insetos. Um sistema de vigilância futuro seria de interesse para os agricultores e monitores de doenças transmitidas por insetos. 

Cynthia Graber

Scientifc America

 

Para um agricultor, bons insetos polinizam, maus insetos destroem, e por certo teve em algum momento uma situação difícil por não saber qual criaturas voadoras estava invadindo suas lavouras. Agora pesquisadores podem oferecer ajuda. 

Há 60 anos, os cientistas têm tentado identificar insetos por seus sons de asa. O desafio aumenta com a distância, vento e outros ruídos. Então, os pesquisadores criaram um sensor usando lasers. Quando um inseto atravessa a laser, à sombra das batidas de asas fica gravado e traduzido em um mp3, e é possível então identificar a batida de um mosquito fêma de Aedes aegypti ou Culex. 

Os pesquisadores passaram três anos reunindo exaustivamente dados de dezenas de sensores. Eles já possuem dezenas de milhões de dados, mais do que já havia sido até então coletado. Usando batidas de asas, mais local e hora do dia, eles conquistaram até 99 por cento de precisão para identificar seis espécies de insetos até o momento. 

O protótipo foi feito de Legos, um ponteiro laser de 99 cents e parte de um controle remoto da TV. Assim, os pesquisadores dizem que a configuração poderia ser fabricado por menos de US$10. Poderia identificar pragas agrícolas e vetores da doença. O que poderia ajudar as pessoas a fazer um piquenique em paz.