10/02/2016

Tragédia em florestas de pinos americanos agora tem uma esperança: SPLAT

 

Pode soar como o trailer de um filmes B de terror, mas para os pinheiros na América do Norte Ocidental, é real, elas são atacadas por uma praga zumbi que destruiu grandes extensões de florestas, um número estimado de 723 milhões cúbico de madeira em mais de 17,5 milhões de hectares de terrenos florestais. 

Tudo por conta de um besouro minúsculo, o besouro Mountain Pine, não maior do que um único grão de arroz. 

Um único besouro, geralmente do sexo feminino, pode dar início a um ataque em massa de milhares de besouros a uma única árvore coordenado por sinais semioquímicos em uma complexa reação em cadeia de reação bioquímica. Os besouros que atacam criam redes de túneis sob a casca onde se reproduzem e colocam seus ovos e, literalmente, comem a árvore de dentro para fora. Nada pode ser feito para salvar a árvore, uma vez que chega a esta fase de infestação; os besouros têm fatalmente interrompido o seu abastecimento de água e de nutrientes, fazendo-a morrer de fome. 

 

Mas agora há esperança. ISCA Technologies, uma empresa de biotecnologia sediada no sul da Califórnia, lançou um novo produto de controle de pragas que tem como alvo o besouros Mountain Pine: SPLAT Verb (Specialized Pheromone & Lure Tecnologia de Aplicação). O programa de subsidio de pesquisas agriculas da USDA apoiou a investigação com uma doação de US $ 450.000. 

 

Esta tragédia ecológica está devastando todo o continente em uma escala nunca antes vista na história da humanidade. Besouros Mountain Pine e outros besouros criaram enormes faixas de árvores mortas do Sul da Califórnia e Novo México, entrando pelo território de Yukon no Canadá. Perdas da indústria da madeira tem sido impressionante: cerca de metade do pinho comercial da região. Além das perdas diretas, os danos nas áreas florestais também ameaçam os valores dos imóveis, o turismo e atividades recreativas e ainda cria as condições ideais para incêndios florestais a partir de árvores mortas. 

 

SPLAT Verb é um repelente baseada em semioquímicos que atua na capacidade dos besouros Mountain Pine de responder a estímulos químicos do ambiente quando estão buscando localizar árvores alvo. 

 

Os processos bioquímicos que mediam o comportamento de ataque em massa de besouros Mountain Pine são complexos e multifacetados. Um composto que tem um grande potencial para o controle da praga é a verbenone, um produto químico que age como feromônio anti-agregação. Para besouros, o cheiro da verbenone em torno de um pinheiro é tão forte como um sinal luminoso intermitente de "não há vagas" em letras de néon brilhantes. SPLAT Verb tem a apresentação de uma base de cera orgânica com uma consistência entre a pasta de dente e cimento líquido que atua como um sistema controlado de liberação. Este produto libera o ingrediente ativo no ambiente a uma taxa alta o suficiente para desviar o besouros Mountain Pine, para longe de árvores tratadas. 

 

Ao longo de dois anos de testes financiado pelo fundo de pesquisa da USDA, SPLAT Verb consistentemente alcançou uma taxa de 100 por cento de proteção quando aplicado a pinheiros individuais, mesmo quando as taxas de infestação de besouros de casca mostraram-se alta. Em um dos casos de estudo entre 2012-2013, 28 das 30 árvores de controle não tratados foi vítima da praga do besouro, ao passo que todas as árvores tratadas pelo SPLAT Verb dentro da mesma vizinhança permaneceu saudável e sadias um ano após a aplicação. Além disso, esses estudos mostraram que SPLAT Verb pode produzir um efeito protetor na vizinhança que repele besouros Mountain Pine das árvores de até 11 metros de onde foi aplicado diretamente. 

 

SPLAT Verb foi registrado como um repelente orgânico de besouros Mountain Pine em 2012, e desde então já foi aplicado em nove estados. Um produto relacionado, SPLAT Verb +, está atualmente em desenvolvimento, na tentativa de aumentar a capacidade repelente de verbenone com uma mistura de compostos voláteis, na esperança de repelir também outras espécies de besouros, como o Dendroctonus brevicomis, o besouro do pinho ocidental. Os resultados destes estudos são um sinal encorajador de que é possível proteger pinheiros vulneráveis ​​de besouros em condições de campo utilizando feromônios, métodos livre de inseticida, vantagem particularmente valiosa para qualquer produto de gestão de pragas destinado ao uso em ecossistemas florestais sensíveis. Com a continuação dos trabalhos, produtos à base de feromônios como SPLAT Verb poderá constituir uma parte importante das soluções de gestão de uma das maiores ameaças para a saúde das florestas norte-americanas.

 

Programa de Incentivo a Inovação a Pequena Empresa - USDA

O Programa de Incentivo a Inovação a Pequena Empresa, da sigla SBIR em inglês, oferecido pelo Departamento de Agricultura do governo federal americano - USDA – oferece subsídios para competidores qualificados com alta qualidade, conceitos avançados relacionados a importantes científicos problemas e oportunidades na agricultura com benefícios púbicos significativos. O Instituto Nacional de Alimentação e Agricultura (NIFA) administra subsídios SBIR Fase I que são limitadas a US $ 100.000 e uma duração de 8 meses, e Fase II subsídios de até US $ 500.000 e 24 meses que estão abertos apenas para as empresas premiadas na Fase I. 

 

ISCA Tecnologias

A ISCA Tecnologias desenvolve biopesticidas para o controle de pragas de uma forma natural e que não agride o meio ambiente. Esses produtos atraem ou repelem os insetos conforme as necessidades estratégicas do manejo de cada praga e são desenvolvidos a partir da tecnologia de semioquímicos, que interferem na comunicação entre insetos e entre estes e as plantas. Essas substâncias não são tóxicas e não representam riscos ao ambiente nem à saúde humana.

Os semioquímicos são a forma mais segura de controlar pragas e patógenos que a ciência conhece. Por isso, a ISCA escolheu o desafio de levar os benefícios dos semioquímicos para onde houver necessidade do controle de pragas. Esta missão motiva funcionários e parceiros, pois quanto mais sucesso a empresa alcançar, maiores serão os impactos positivos para a sociedade e para o planeta